Reconhecer os sintomas de um AVC no início pode salvar vidas

O AVC acomete um brasileiro a cada cinco minutos e é a primeira causa de morte e incapacidade no Brasil, gerando impactos econômicos e sociais


Segundo dados da Academia Brasileira de Neurologia o Acidente Vascular Cerebral (AVC) acomete um brasileiro a cada cinco minutos e é a primeira causa de morte e incapacidade no Brasil, gerando também sérios impactos econômicos e sociais.

A doença pode atingir qualquer pessoa, independente de gênero ou idade. Mas, quem possui mais de 55 anos, tem diabetes, quem possui níveis de colesterol alterados, fumantes, sedentários e obesos estão mais propensos a terem um AVC.

“Os sintomas de um acidente vascular cerebral podem confundir pacientes, familiares e cuidadores, o que pode retardar a busca por socorro médico. No entanto, quanto mais rápido o indivíduo chegar ao hospital, maiores são as chances de reverter o quadro e garantir o mínimo de sequelas”, explica o neurocirurgião, Feres Chaddad.

Reconhecer os sintomas de um AVC no início pode salvar vidas

Foto: depositphotos

Sintomas

Os principais sintomas relacionados ao AVC são a perda de consciência, sonolência, formigamento, diminuição ou perda de fala, confusão mental e dor de cabeça intensa.

20% dos casos de AVC são do tipo mais grave: hemorrágico. “Esse tipo se caracteriza pelo sangramento em uma parte do cérebro, em consequência ao rompimento de um vaso sanguíneo, sendo geralmente necessário procedimento cirúrgico”, completa o médico.

As primeiras seis horas são essenciais para que o tratamento ou procedimento tenham eficácia. “Por isso, mesmo que não se tenha certeza de ser um AVC, a qualquer sinal deve-se procurar um atendimento especializado que siga protocolos específicos para tratar desses casos como o adotado pela Beneficência Portuguesa de São Paulo”.

Evite o AVC

Para evitar o surgimento de um AVC procure praticar exercícios físicos regularmente. Isso ajuda a manter a pressão arterial em níveis adequados e o coração saudável. Procure também ter um alimentação saudável. Consuma furtas e verduras e evite o excesso de bebidas alcoólicas e sal.


Informar erro