Pilates: confira exercícios e benefícios e saiba para que serve

O Pilates é uma filosofia baseada em princípios desenvolvidos pelo alemão Joseph Pilates, com o objetivo de gerar equilíbrio entre corpo, mente e espírito


Se você é uma pessoa que preza pelo bem-estar corporal, certamente já deve ter ouvido falar no Pilates. Por sinal, alguns mais curiosos podem, inclusive, já ter feito aulinhas dessa modalidade de exercícios que vem conquistando adeptos ao redor de todo o mundo.

Caso você não seja uma dessas pessoas, depois de conhecer um pouco mais sobre o Pilates, vai logo querer até entrar para o time. Para isso, saiba o que o Pilates pode proporcionar para o corpo e também para a mente dos praticantes, através de explanação da professora Eliane Coutinho.

Ela acredita que, através do Pilates, é possível capacitar fisioterapeutas, educadores físicos, médicos, terapeutas ocupacionais e dançarinos com curso superior a desenvolver e aplicar o método na prevenção, condicionamento e tratamento de distúrbios musculoesqueléticos, além de melhorar a vida de pessoas comuns.

Pilates: confira exercícios e benefícios e saiba para que serve

Foto: depositphotos

O que é o Pilates

O método Pilates é uma filosofia baseada em princípios e fundamentos desenvolvidos pelo alemão Joseph Pilates, com o objetivo de gerar equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Ele mexe com o principio da concentração, no qual a conexão entre a mente e o corpo gera maior ativação muscular aumentando o ganho de força.

O Pilates não trabalha músculos isolados, nem exercícios simples para ganho de definição muscular. Ele trabalha o indivíduo como um todo, desde o processo manutenção da qualidade de vida, até o processo de hipertrofia, de ganho de flexibilidade e de reabilitação em várias disfunções músculos-esqueléticos.

Benefícios do Pilates

Os benefícios do método estão relacionados ao estimulo da concentração, diminuindo o nível de dispersão e hiperatividade. Ele pode ser indicado desde as crianças até idosos que perderam força, flexibilidade, controle, equilíbrio e desenvolvimento da destreza e habilidade motora.

Ele também pode ser útil na reabilitação de doenças da coluna vertebral, perdas musculares e articulares pós-lesão esportiva ou lesões ortopédicas. Na terceira idade ajuda nas disfunções como a osteoporose.

Pelo que já deu para perceber, o método proporciona mais do que benefícios musculares, entrando também na lista o ganho mental e corporal. Tudo isso só é possível, graças ao trabalho que concentração que ele desperta nas pessoas, ajudando na diminuição do stress e maior conexão consigo mesmo.


Informar erro